Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Do abuso de drogas e álcool ao divórcio polémico: A vida atribulada de Baldwin, o ator que matou colega a tiro

Ator vive nova fase difícil após ter morto a tiro, por acidente, diretora de fotografia em set de filmagens.
23 de Outubro de 2021 às 15:36
Alec Baldwin
Alec Baldwin
O ator Alec Baldwin
Alec Baldwin em Nova Iorque
Alec Baldwin disparou uma arma de adereço que não devia estar carregada, de acordo com a polícia
Alec Baldwin
Alec Baldwin
Alec Baldwin
O ator Alec Baldwin
Alec Baldwin em Nova Iorque
Alec Baldwin disparou uma arma de adereço que não devia estar carregada, de acordo com a polícia
Alec Baldwin
Alec Baldwin
Alec Baldwin
O ator Alec Baldwin
Alec Baldwin em Nova Iorque
Alec Baldwin disparou uma arma de adereço que não devia estar carregada, de acordo com a polícia
Alec Baldwin
A vida de Alec Baldwin dava um filme quase tão dramático como aqueles em que participou. A tragédia desta quinta-feira em que o ator norte-americano matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins durante a rodagem do filme 'Rust' foi o último dos muitos acontecimentos traumáticos da vida do ator.

Recuando aos anos 90, Baldwin era conhecido como um dos principais "bad boys" de Hollywood devido ao temperamento difícil que já lhe garantiu diversas manchetes em jornais. "Alec Baldwin ataca paparazzi novamente", pode ler-se numa notícia da Fox News de 2013.

Há quem diga que terá herdado o feitio difícil do pai, Alec Snr. "O meu pai era duro. Eu aprendi a comportar-me como ele e a não ter medo de ninguém", disse Baldwin, citado pelo jornal britânico The Sun.

No ano passado, o ator saiu em defesa da esposa Hilaria, de 37 anos, que esteve envolvida num escândalo por alegadamente mentir às pessoas sobre a sua herança espanhola e adotar um sotaque duvidoso. Baldwin não só defendeu esposa, como confrontou os jornalistas, chegando a insultar alguns deles.

Aos problemas temperamentais, juntavam-se também os abusos do álcool e droga. Quando era mais jovem, Alec ficou conhecido por conduzir pela cidade com uma garrafa aberta 
de Sauvignon Blanc com gelo. O ator terá deixado essa fase da vida para trás depois de, em 1985, ter sido parado pela polícia por conduzir embriagado. 

"Foi uma época difícil. Havia muita, muita dor ali. Muita dor", admite Baldwin, que sublinha que muitas vezes se comportou de forma "racional" e infantil".

O ator reagia muitas vezes com violência perante qualquer situação que o desagradasse. Na década de 1980, por exemplo, foi apanhado numa discussão com um homem que empurrou a namorada na rua. Em outubro de 1995, foi detido por dar um soco a um fotógrafo. Em 2013, atacou novamente outro fotógrafo.

Mas um dos momentos mais insólitos aconteceu em 2006, d
urante uma peça no teatro de Entertaining Mr Sloane, quando Baldwin deixou um buraco na parede de um camarim, depois de lhe dar um soco. O ataque de raiva terá sido motivado pela "falta de ar-condicionado no teatro fazer os óculos escorregarem-lhe do nariz quando estava em palco".

Em dezembro de 2011, o ator foi expulso de um voo da American Airlines por fazer um escândalo quando o obrigaram a desligar o telemóvel.

Os ataques de fúria de Alec acabaram inevitavelmente por se refletir no primeiro casamento com a atriz Kim Basinger. O noivado durou apenas seis semanas, já que a relação entre os dois era marcadamente "tóxica".

De acordo com a atriz, Kim, agora com 67 anos, o ator costumava dizer-lhe que a odiava e ela respondia o mesmo de volta. Em 2001, Kim ganhou finalmente coragem para pedir o divórcio.

Em 2007, num ataque de fúria Baldwin deixou uma mensagem de voz no telefone da filha de 11 anos, na qual ele a chamava "porquinha imprudente". A mensagem de voz veio a público após ser incluída num documento judicial sobre a batalha pela custódia da menina entre Baldwin e Basinger.

O próprio pai do ator disse na época: "Eu amo o Alec. Ele é o homem mais gentil e generoso que eu conheço e superou coisas muito difíceis. Todas menos uma: a sua raiva. "

 


Ver comentários