Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Dois escandinavos suspeitos de ligações ao Daesh presos na Turquia

Sueco e dinamarquês terão recebido treino na Síria para cometer atentados.
11 de Fevereiro de 2017 às 17:25
Daesh
Daesh FOTO: Reuters
Dois suspeitos de planearem ataques dos extremistas do Daesh na Europa foram presos na Turquia depois de terem sido interrogados durante 10 dias pela polícia, anuncia a agência noticiosa local, Anadolu.

Mahamad Laban, 45 anos, de cidania dinamarquesa, e Mohammed Tefik Saleh, 38 anos, de cidadania sueca, terão recebido treino de armas e explosivos na Síria nos últimos três meses.

A agência Anadolu não avançou com pormenores sobre as detenções, mas referiu que a mulher de Saleh foi informada pelas autoridades suecas que o homem chegou à Síria para se juntar ao grupo terrorista em 2014, com as suas duas filhas.

Os dois detidos terão entrado na Turquia com identificação falsa e com o objetivo de se deslocarem a países europeus.

Em janeiro, o ministro turco do Interior, Suleyman Soylu, informou que mais de 52 mil pessoas de 145 países figuravam numa lista de pessoas não autorizadas a entrar no país e cerca de quatro mil pessoas foram deportadas.

Quase 750 pessoas alegadamente relacionadas com o Daesh foram detidas na semana passada na Turquia.
Europa Turquia Mahamad Laban Mohammed Tefik Saleh Síria terrorismo detidos dinamarquês sueco
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)