Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Dois etarras detidos após trégua

Dezoito horas após o anúncio de cessar-fogo da ETA, foram detidos dois alegados etarras pertencentes ao aparelho logístico da organização terrorista basca.
12 de Janeiro de 2011 às 00:30
A etarra Itxaso Urtiaga foi detida em Zarautz, Guipúzcoa
A etarra Itxaso Urtiaga foi detida em Zarautz, Guipúzcoa FOTO: Javier Etxezarreta/EPA

Numa operação que envolveu a Guarda Civil espanhola e a polícia francesa, foi detido, na localidade gaulesa de Ciboure (País Basco francês), Iraitz Gueselaga, de 27 anos, presumível responsável pela estrutura informática dos etarras. Quase em simultâneo, em Zarautz, Guipúzcoa (País Basco espanhol), era detida a sua colaboradora e companheira, Itxaso Urtiaga, de 21. A operação policial foi desencadeada com base em informação encontrada na posse do ex-número um da ETA Javier López Peña, conhecido por Thierry, que se encontra detido.

A Guarda Civil acredita que os detidos estiveram na Venezuela, onde terão dado formação a membros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) e da própria ETA. As suspeitas de que a organização terrorista basca tem dado formação à guerrilha colombiana também são partilhadas pela polícia e governo de Bogotá. A Venezuela desmente.

A operação foi preparada antes da declaração de cessar-fogo "permanente, geral e internacionalmente verificável" anunciada na passada segunda-feira pelos etarras, que, no entanto, não renunciaram em definitivo à luta armada. Recorde-se que o governo espanhol considerou "insuficiente" o anúncio de tréguas da ETA.

ETA ETARRAS PAÍS BASCO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)