Dois guineenses condenados a 19 anos de prisão por assassínio em caso de alegada feitiçaria

Restantes 10 pessoas, envolvidas no caso, que estavam a ser julgadas foram absolvidas do crime de homicídio.
Por Lusa|16.04.19
Dois guineenses condenados a 19 anos de prisão por assassínio em caso de alegada feitiçaria
Tribunal Foto Getty Images
O Tribunal Regional de Bissau condenou esta terça-feira dois homens a 19 anos de prisão pelo assassínio de um homem a quem acusaram de feitiçaria, no âmbito do denominado "Caso Biombo", disse fonte judicial.

Em setembro, a Polícia Judiciária da Guiné-Bissau deteve 12 pessoas por alegado envolvimento num ataque a uma família na região de Biombo, que culminou com a morte de um homem por esquartejamento, violação de uma mulher e espancamento de várias pessoas, incluindo crianças com idades de um a quatro anos.

Segundo a mesma fonte, as restantes 10 pessoas que estavam a ser julgadas foram absolvidas do crime de homicídio.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!