Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Dois mortos em confrontos no Egipto

Duas pessoas morreram na noite passada no Cairo quando a polícia militar tentava dispersar manifestantes que exigiam a saída do chefe das Forças Armadas, dois meses após a queda do presidente Hosni Mubarak, que entregou o poder aos militares, referiram fontes médicas.
9 de Abril de 2011 às 13:52
Um manifestante mostra o cartucho de uma bala disparada pela Polícia egípcia
Um manifestante mostra o cartucho de uma bala disparada pela Polícia egípcia FOTO: Asmaa Waguih/Reuters

Um responsável militar adiantou que não podia confirmar as mortes, acrescentando que foi aberto um inquérito. Caso se confirmem, serão as primeiras mortes em confrontos depois do afastamento de Mubarak a 11 de Fevereiro.  

Pelo menos 18 pessoas ficaram feridas nos confrontos na Praça Tahrir, no centro do Cairo, símbolo da revolta popular, indicaram fontes médicas, sem precisar se foram atingidas por balas. 

Um responsável militar já disse, sob anonimato, que não foram utilizadas balas reais.   Cerca de 200 manifestantes continuavam hoje a ocupar a praça. Durante a madrugada, a polícia militar disparou para o ar armas automáticas, indicaram testemunhas, enquanto a agência oficial MENA referia uma intervenção das forças do Ministério do Interior.  

Um autocarro militar e um camião civil foram incendiados na Praça Tahrir enquanto já era visível nas imediações um camião do exército parcialmente calcinado. Os confrontos testemunham uma recente escalada da tensão em torno do papel do exército, à frente dos destinos do país após a saída de Mubarak. Os manifestantes dizem que querem continuar no local enquanto o marechal Hussein Tantaui, 75 anos, que dirige o Conselho Supremo das Forças Armadas, estiver no cargo.  

Na sexta-feira dezenas de milhares de pessoas manifestaram-se na Praça Tahrir reclamando que Mubarak e outros destacados dirigentes do antigo regime sejam julgados.

egipto praça tarhir confrontos militares polícia hosni mubarak
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)