Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Donald Trump lança ataque contra congressista muçulmana

Presidente e aliados usaram frase retirada de contexto para acusar a democrata Ilhan Omar de “minimizar o 11 de Setembro”.
Ricardo Ramos 15 de Abril de 2019 às 08:24
Trump foi acusado de racismo e incitamento à violência contra Ilhan Omar
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Trump foi acusado de racismo e incitamento à violência contra Ilhan Omar
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
Trump foi acusado de racismo e incitamento à violência contra Ilhan Omar
Donald Trump
Donald Trump
Donald Trump
O presidente Donald Trump e os seus aliados usaram uma frase retirada do contexto para lançar um feroz ataque contra uma das primeiras mulheres muçulmanas eleitas para o Congresso dos EUA, a democrata Ilhan Omar, que acusam de "minimizar os ataques do 11 de Setembro".

Em causa está um discurso de Omar perante o Conselho das Relações Americano-Islâmicas, no dia 23 de março, em que a congressista denunciou "o desconforto" dos muçulmanos dos EUA, "considerados como cidadãos de segunda classe" e que "estão a perder os seus direitos cívicos porque algumas pessoas fizeram alguma coisa", referindo-se aos terroristas islâmicos que levaram a cabo os ataques do 11 de Setembro de 2001 contra as Torres Gémeas e o Pentágono.

Apoiantes de Trump começaram a partilhar nas redes sociais excertos descontextualizados do discurso, dando a entender que a congressista estava a minimizar os atentados por ser muçulmana.

Não tardou muito até que o próprio presidente se juntasse às críticas, partilhando um vídeo com imagens do 11 de Setembro intercalados com a frase "algumas pessoas fizeram alguma coisa", dita por Omar.

A oposição democrata já acusou o presidente de "incitamento à violência" contra a congressista por razões políticas e religiosas. Omar garante que "não será silenciada".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)