Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Dono de camião que causou acidente ferroviário em Taiwan pede desculpa

Camião foi atingido por um comboio de passageiros que levava 494 pessoas.
Lusa 4 de Abril de 2021 às 15:49
Acidente ferroviário em Taiwan
Acidente ferroviário em Taiwan FOTO: Reuters
O dono de um camião de construção civil que causou o pior acidente ferroviário em Taiwan em décadas, matando 48 pessoas, pediu hoje desculpa em lágrimas, depois de ter sido levado de sua casa pela polícia.

De acordo com a Associated Press (AP), as autoridades governamentais de Taiwan comunicaram que o camião não tripulado não tinha o travão de emergência acionado, caiu para a linha e foi atingido por um comboio.

Uma investigação ao acidente está agora em curso, para perceber como é que o veículo de Lee Yi-Hsiang deslizou para os carris a partir de um estaleiro situado na costa montanhosa de Hualien, no leste da ilha também conhecida como Formosa.

O camião foi atingido por um comboio de passageiros que levava 494 pessoas, que descarrilou imediatamente antes de entrar num túnel, esmagando muitos passageiros dentro das carruagens destruídas.

O número de mortos foi diminuído hoje para 48, depois das equipas de salvamento terem inicialmente dito que tinham sido mortas 51 pessoas, e depois 50, devido a erros iniciais na contabilização de partes de corpos, sendo que pelo menos 198 pessoas ficaram feridas.

"Causei um acidente sério no comboio Taroko número 480, da Adminstração Ferroviária de Taiwan, durante a época da Limpeza dos Túmulos, causando mortos e feridos, e por isso expresso o meu remorso e peço as mais sinceras desculpas", disse Lee, também chefe do estaleiro, emocionado e com máscara, segundo a AP.

O dono do camião disse que iria "cooperar completamente com as autoridades de investigação e assumir a responsabilidade".

Os procuradores de Hualien tinham dito anteriormente que queriam um mandado de captura para o dono do camião, que foi questionado juntamente com outras pessoas.

O tribunal tinha permitido a Lee ficar em liberdade sob o pagamento de uma fiança de 500.000 novos dólares de Taiwan (cerca de 14.895 euros), mas a decisão foi revertida hoje por um tribunal superior.

As viagens de comboio são populares em Taiwan durante a época da Limpeza dos Túmulos, em que as famílias regressam às suas terras natal para homenagear os seus entes falecidos, sendo também uma época de férias.

Ver comentários