Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Duas mulheres e uma adolescente encontradas degoladas na Grécia

Polícia grega acredita que se tratam de refugiadas que teria atravessado a fronteira, vindas da Turquia.
12 de Outubro de 2018 às 13:41
A cidade grega de Didymoteicho
A cidade grega de Didymoteicho
A cidade grega de Didymoteicho
A cidade grega de Didymoteicho
A cidade grega de Didymoteicho
A cidade grega de Didymoteicho
A cidade grega de Didymoteicho
A cidade grega de Didymoteicho
A cidade grega de Didymoteicho
Duas mulheres com idade aparente entre 30 e 21 anos e uma rapariga com cerca de 15 foram encontradas mortas na Grécia, com sinais de grande violência, junto à fronteira com a Turquia.

As vítimas estavam amarradas e com cortes na garganta, indicando que terão sido executadas barbaramente. As autoridades gregas acreditam que se tratavam de migrantes que tentavam entrar na Europa através da Grécia. Estão a ser realizados exames de DNA para determinar se as mulheres são familiares entre si.

Segundo o relato do jornal grego Epoch Times, as vítimas foram encontradas junto à margem do rio Evros, que acompanha praticamente toda a fronteira entre a Grécia e a Turquia, perto da cidade de Didymoteicho. É uma das rotas mais usadas para a entrada ilegal de imigrantes e as autoridades gregas têm detetado cada vez mais pessoas a atravessar a fronteira.
Epoch Times Turquia Grécia DNA Evros Didymoteicho mulheres mortas degoladas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)