Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Egipto: Eleições "encorajadoras" apesar de restrições inéditas

O ex-presidente norte-americano Jimmy Carter, que chefia uma delegação de observadores às presidenciais egípcias, afirmou hoje que o processo eleitoral é "encorajador", apesar de terem sido impostas restrições sem precedente aos observadores.
26 de Maio de 2012 às 16:13

"Diria que estas (eleições) foram encorajadoras para mim", disse Carter, numa conferência de imprensa no Cairo.

"Mas foram-nos impostas, enquanto testemunhas, restrições que nunca nos tinham sido colocadas", acrescentou.

O ex-presidente norte-americano indicou, como exemplo, que os observadores do Centro Carter não foram autorizados a assistir à verificação dos votos nas comissões regionais.

"Não temos forma de certificar que o processo foi completamente correto mas, em geral, não houve um padrão que mostrasse que favoreceu um determinado candidato", disse, descrevendo eventuais violações como "incidentais".

O Egito realizou quarta e quinta-feira eleições presidenciais para eleger o sucessor de Hosni Mubarak, derrubado por uma revolta popular em Fevereiro de 2011.

Egipto eleições Jimmy Carter
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)