Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Egipto: Sete anos de prisão para Chefe de gabinete de Mubarak

Um tribunal do Cairo condenou este domingo o antigo chefe de gabinete de Hosni Mubarak a sete anos de prisão por corrupção, noticiou a agência oficial egípcia Mena.
27 de Maio de 2012 às 15:55
A justiça egípcia está a julgar vários responsáveis do antigo regime, incluindo o próprio Mubarak (na foto) e o filho Gamal
A justiça egípcia está a julgar vários responsáveis do antigo regime, incluindo o próprio Mubarak (na foto) e o filho Gamal FOTO: REUTERS/Thomas Peter

Zakaria Azmy, que durante quase duas décadas foi um dos mais próximos conselheiros do ex-presidente egípcio, foi também condenado ao pagamento de uma multa de 36,3 milhões de libras egípcias (cerca de 4,8 milhões de euros).

O julgamento de Azmi foi aberto depois de o ex-ministro da Justiça, Asem al Gohari, o ter acusado de abusar da sua posição para enriquecer num montante estimado em 42,6 milhões de libras egípcias (cerca de 5,6 milhões de euros).

A justiça egípcia está a julgar vários responsáveis do antigo regime, incluindo o próprio Mubarak e o filho Gamal.

O veredicto de Mubarak, julgado pela sua responsabilidade na morte de manifestantes durante a revolta que acabou por pôr fim ao seu regime, deverá ser anunciado a 2 de Junho.

Egipto Hosni Mubarak condenação tribunal corrupção Cairo chefe de gabinete Zakaria Azmy
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)