Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Ehud Olmert acusado de corrupção

O antigo primeiro-ministro israelita Ehud Olmert foi esta quinta-feira acusado de corrupção, no âmbito de um escândalo imobiliário em Jerusalém, quando era presidente da câmara da cidade, disse fonte judicial.
5 de Janeiro de 2012 às 11:21
Ehud Olmert viu-se envolvido num escândalo imobiliário em Jerusalém
Ehud Olmert viu-se envolvido num escândalo imobiliário em Jerusalém FOTO: d.r.

A pedido do procurador do Estado, um tribunal de Telavive acusou Ehud Olmert de corrupção, disse um porta-voz da Justiça.

Doze pessoas, incluindo Shula Zaken, antiga chefe de gabinete de Olmert e o seu sucessor na autarquia Ouri Loupolianski, acusados de terem recebido luvas de promotores num vasto projeto imobiliário denominado Holyland, foram também acusadas, acrescentaram os media israelitas.

Antigo dirigente do Partido Kadima (centro), Olmert foi obrigado a demitir-se do cargo de chefe de governo a 21 de Setembro de 2008, depois de a polícia ter recomendado que fosse acusado numa série de casos.

O antigo primeiro-ministro, que já tinha sido ouvido pela polícia, negou qualquer implicação neste caso. Olmert, de 65 anos, está a ser julgado desde 2009 em três outros processos.

Décimo segundo chefe do governo de Israel, Ehud Olmert chegou ao poder em Março de 2006 para substituir Ariel Sharon, homem forte da direita nacionalista, vítima de acidente vascular cerebral e em coma desde então.

Israel Ehud Olmert Corrupção Kadima
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)