Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

El Salvador: Dois mil presos com intoxicação alimentar

Pelo menos dois mil presos de cadeias em El Salvador foram levados para as enfermarias dos presídios devido a uma intoxicação alimentar ao almoço, revelaram fontes prisionais do país.
19 de Junho de 2011 às 12:56

Os reclusos, que permanecem nas prisões das localidades de La Unión, Ciudad Barrios, San Miguel, Usulután e Jucuapa, apresentaram sintomas de intoxicação alimentar após o almoço de sexta-feira, refere a imprensa citando fontes dos serviços prisionais.  

Isabel Estrada, uma responsável do serviço de vigilância da saúde nas prisões, disse, em declarações à edição digital do La Prensa Gráfica, que os reclusos estão a receber tratamento para infecções bacterianas. A mesma funcionária disse que as autoridades aguardam os resultados das análises para determinar a causa da situação.  

Dados da direcção geral de prisões indicam que as penitenciárias de El Salvador albergam 24.631 detidos, ou seja, 300 por cento da sua capacidade real dado que os 21 centros de reclusão do país possuem apenas capacidade para 8.300 reclusos.  

Rodrigo Escobar, relator dos Direitos das Pessoas Privadas de Liberdade e da Comissão Inter-americana de Direitos Humanos, advertiu em 2010 para graves deficiências infraestruturais das prisões bem como para problemas relacionados com alimentação de má qualidade dada aos reclusos. 

el salvador prisões intoxicação alimentar
Ver comentários