Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

ELEIÇÕES 'COLORIDAS' AGITAM CALIFÓRNIA

O "exterminador" Arnold Schwarzenegger é o favorito à corrida para o cargo de governador da Califórnia, numa eleição em que terá cerca de 80 adversários, entre eles uma actriz de filmes pornográficos, uma "drag queen" e o polémico Larry Flint, fundador da revista pornográfica "Hustler".
11 de Agosto de 2003 às 00:00
Arnold Schwarzenegger
Arnold Schwarzenegger
Esta gama de pretendentes já levou uma senadora democrata a classificar a eleição, marcada para Outubro, como um autêntico "carnaval".
Schwarzenegger, um republicano, formalizou a sua candidatura no sábado, dia-limite do prazo para o efeito, e é apontado como um sério pretendente. Uma sondagem da "Time/CNN", divulgada nesse mesmo dia, dá ao musculado actor de filmes de acção 25% dos votos, a mais alta fatia do eleitorado. O segundo mais popular é governador adjunto da Califórnia, Cruz Bustamante, com 15%.
Acompanhado pela mulher, Maria Shriver, o "predador", sorridente e descontraído, falou a um grupo de apoiantes depois de entregar o seu processo. "Estou encorajado pelo apoio recebido", afirmou, prometendo que será "o governador do povo".
Para chegar a sê-lo terá, no entanto, de derrotar pelo menos oito dezenas de candidatos já homologados pela comissão eleitoral, que ainda tem para avaliar os processos de candidatura de pelo menos vinte outros pretendentes.
Entre os rivais de Schwarzenegger já aprovados contam-se, além de Larry Flint, Mary Carey, nome artístico de uma avantajada actriz de filmes "para adultos", que com a escolha do nome pretende parodiar a famosa cantora Mariah Carey. Uma das suas propostas de campanha é oferecer aos eleitores um dos seus filmes a troco da entrega das suas armas de fogo.
Mas há outros candidatos"coloridos", como é o caso de um homem que se apresenta como "Kitty Lou" e diz representar o partido das "Drag Queen".
Para a senadora democrata Dianne Feinstein, que recusou entrar na corrida contra tais adversários, a eleição não passa de uma farsa, "um carnaval" de aberrações.
Quem não se assusta com a concorrência de peso e está até algo satisfeito com a "farsa" eleitoral é o governador em exercício, Gray Davis, que pensa poder triunfar, a 7 de Outubro, neste "recall vote". Este voto é um tipo de eleição antecipada que pode ser convocada depois de se apresentar uma petição acompanhada de pelo menos 897 158 assinaturas de insatisfeitos com um funcionário estadual eleito.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)