Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

ELEMENTOS DA ETA CONDENADOS A 790 ANOS DE PRISÃO

A Audiência Nacional espanhola condenou os dois autores do tentado mais mortífero da organização militar basca ETA a 790 anos e meio de prisão cada um.
25 de Julho de 2003 às 15:25
O atentado em causa, ocorrido a 19 de Junho de 1987, foi executado no centro comercial Hipercor, em Barcelona, fazendo 21 vítimas mortais e 44 feridos. A bomba detonada no parque de estacionamento causou danos materiais de cerca de 2,4 milhões de euros.
A principal estância penal espanhola considerou provado que Santi Potros, um dos acusados, autorizou a colocação da bomba no parque de estacionamento do Hipercor e que Caride Simón, o segundo acusado, foi o autor material do atentado, segundo avança hoje o diário ‘El Mundo’.
Para além da pena de prisão de 790 anos e seis meses cada um, o tribunal condenou os dois acusados a indemnizar as vítimas num total de 66 mil euros.
Ver comentários