Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Emirados armaram fações líbias

Posto oferecido a antigo emissário da ONU.
13 de Novembro de 2015 às 09:16
Os Emirados Árabes Unidos, Qatar, Turquia e Egito "apoiaram consistentemente os esforços de paz da ONU" na Líbia
Os Emirados Árabes Unidos, Qatar, Turquia e Egito 'apoiaram consistentemente os esforços de paz da ONU' na Líbia FOTO: Reuters

Os Emirados Árabes Unidos armaram grupos líbios que combatem islamitas e ofereceram um emprego de 50 mil dólares mensais a um enviado da ONU que negociava um acordo de paz, segundo e-mails revelados pelo New York Times.


As mais recentes revelações, feitas na quinta-feira pelo jornal, levantam suspeitas de conflitos de interesse visando o antigo emissário Bernardino Leon, que podem comprometer o acordo preliminar para a Líbia que negociou.


Em comunicado, Leon afirmou que os Emirados Árabes Unidos, Qatar, Turquia e Egito "apoiaram consistentemente os esforços de paz da ONU" na Líbia e sublinhou a necessidade de ser "extremamente cauteloso" relativamente à informação divulgada.


"Tomei a decisão de pedir um esclarecimento total relativamente ao assunto, incluindo das autoridades dos Emirados Árabes Unidos, enquanto aproveito o tempo para refletir sobre os próximos passos da minha carreira profissional", afirmou o diplomata espanhol.


Leon foi designado em 2014 para liderar os esforços das Nações Unidas com vista a um governo de unidade entre as fações rivais líbias.

Emirados fações líbias
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)