Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Empresa de genro de Trump cancela negociações com chineses

A Casa Branca anunciou que Kushner vai dirigir um novo serviço na estrutura governamental, designado Gabinete de Inovação.
Lusa 29 de Março de 2017 às 22:35
Trump e Jared Kushner
Trump e Jared Kushner FOTO: Getty Images
A família de Jared Kushner, genro e assessor de Donald Trump, anunciou esta quarta-feira o cancelamento das conversações com o conglomerado chinês Anbang sobre uma das suas propriedades na Quinta Avenida, em Nova Iorque, que suscitaram críticas no Congresso.

"As Kushner Companies já não estão a negociar com o Anbang a possível remodelação do edifício 666 da Quinta Avenida. As nossas empresas decidiram, por comum acordo, acabar com as conversações relativas à propriedade", conforme um comunicado da empresa.

O cancelamento das conversações entre as empresas de Kushner e a Anbang acontece depois de vários congressistas terem exprimido preocupação pelas relações da empresa chinesa com os dirigentes de Pequim, o que representaria um conflito de interesses por Jared Kushner ser genro e assessor do presidente dos EUA.

Cinco congressistas tinham enviado uma carta a um advogado da Casa Branca para pedir informação sobre o que descreveram como uma "transação muito preocupante" entre as Kushner Companies e a Anbang.

Os congressistas citaram informação segundo a qual as Kushner Companies obteriam um ganho de 400 milhões de dólares (371 milhões de euros) em ganhos com a operação imobiliária.

Adiantaram também que Kushner e o presidente da Anbang, Wu Xiaohui, reuniram-se em novembro, depois da vitória eleitoral de Trump, mas que a Casa Branca não divulgou informação sobre os resultados da mesma.

O genro de Trump parece estar em dificuldades para conseguir rentabilizar o 666 da Quinta Avenida, que tem 30% dos escritórios desocupados e uma dívida acumulada 1,2 mil milhões de dólares.

No comunicado desta quarta-feira, as Kushner Companies não deram qualquer explicação para o cancelamento das conversações com o conglomerado chinês, que tão pouco quis comentar o assunto.

O Anbang possui o conhecido hotel nova-iorquino Waldorf Astoria, que comprou em 2014 por 1,95 mil milhões de dólares.

Na segunda-feira, a Casa Branca anunciou que Kushner vai dirigir um novo serviço na estrutura governamental, designado Gabinete de Inovação, cuja tarefa vai ser a aplicação de ideias empresariais ao funcionamento do governo federal.
empresa EUA genro trump china chineses Jared Kushner
Ver comentários