Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Encontrada menina raptada há 88 dias nos EUA

Descrição do carro do raptor permitiu detenção do jovem que a levou depois de lhe matar os pais.
Francisco J. Gonçalves 12 de Janeiro de 2019 às 09:41
Jayme Closs
Jayme Closs
Polícia revelou a identidade do suspeito detido e acusado
Jayme Closs
Jayme Closs
Polícia revelou a identidade do suspeito detido e acusado
Jayme Closs
Jayme Closs
Polícia revelou a identidade do suspeito detido e acusado
Uma menina de 13 anos que desapareceu de casa após o homicídio dos pais, a 15 de outubro de 2018, junto a Barron, Wisconsin, nos Estados Unidos, foi encontrada com vida depois de, aparentemente, ter fugido ao raptor.

O desempregado de 21 anos, Jake Thomas Patterson, foi detido e acusado do homicídio de James e Denise Closs, e do rapto da filha do casal, Jayme Closs.

A adolescente foi encontrada na quinta-feira, numa rua de Gordon, cidade a cerca de 100 km da casa dos pais. A professora Jeanne Nutter passeava o cão quando uma menina suja, mal alimentada e com sapatos que lhe ficavam muito grandes, se lhe dirigiu.

"Por favor ajude-me, estou perdida, não sei onde estou", terá dito Jayme. A professora levou a menina para casa de uma vizinha, que reconheceu a desaparecida e telefonou à Polícia.

Jayme Closs passou a noite no hospital e ontem prestou as primeiras declarações sobre um caso que durante 88 dias mobilizou mais de 1500 cidadãos em buscas pela sobrevivente do homicídio que chocou a cidade de Barron. As buscas alargaram-se ao vizinho estado do Minnesota, mas sem resultados.

Jayme conta que escapou da casa onde estava aprisionada e descreveu o carro do raptor, levando à detenção de Patterson.

O suspeito não tem cadastro no Wisconsin e não se sabe ainda se conheceria Jayme e os pais antes do crime.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)