Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

ENCONTRADOS CORPOS MUTILADOS EM NAJAF

A polícia iraquiana encontrou vários corpos mutilados de civis e polícias nas masmorras do tribunal criado pelo líder xiita Moqtada al-Sadr, perto da mesquita do Imã Ali, na cidade iraquiana de Najaf. A descoberta macabra ocorre depois do acordo de paz que permitiu pôr fim ao conflito entre xiitas e as tropas norte-americanas e iraquianas.
28 de Agosto de 2004 às 00:00
A polícia encontrou os corpos depois de uma testemunha denunciar que tinha sido torturada nas referidas masmorras e que acreditava que ainda havia prisioneiros no seu interior.
Um responsável da polícia de Najaf, general Amer al Daami, confirmou terem sido descobertos na cave do edifício que servia de tribunal para al-Sadr mais de duas dezenas de corpos mutilados e queimados. Nestas masmorras foram ainda encontrados dois sobreviventes, um homem e um rapaz.
As autoridades iraquianas trasladaram os corpos das masmorras para um pátio exterior do edifício, possibilitando aos jornalistas testemunharem o sucedido. Um repórter da agência francesa AFP afirma ter contado cerca de 25 corpos, com um cheiro nauseabundo, e cujas roupas estavam de tal forma sujas que se tornava impossível destinguir as cores.
OUTROS DESENVOLVIMENTOS
ITÁLIA FIRME
A Itália insistiu que o assassinato do jornalista italiano feito refém no Iraque não abalará a decisão de manter as suas tropas.
CARRO BOMBA
Um carro armadilhado explodiu à passagem de uma caravana militar norte-americana em Mosul, fazendo pelo menos onze feridos.
SABOTAGEM
Desconhecidos atacaram dois oleodutos no Sul do país, em Bassorá e Khor al-Amaya, prejudicando as exportações de petróleo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)