Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Enfermeira perde mãe e marido com Covid-19 e alerta: "O vírus continua a vencer"

Lizanne afirma que não conseguiu salvar os pilares da sua vida.
2 de Dezembro de 2020 às 10:23
Lizanne Jennings com a mãe
Mãe e marido de Lizanne Jennings
Lizanne Jennings com o marido
Lizanne Jennings com a mãe
Mãe e marido de Lizanne Jennings
Lizanne Jennings com o marido
Lizanne Jennings com a mãe
Mãe e marido de Lizanne Jennings
Lizanne Jennings com o marido
Uma enfermeira dos cuidados intensivos de Oklahoma, nos Estados Unidos, deu uma entrevista à CNN onde contou o drama que viveu após ter perdido a mãe e o marido. 

Lizanne Jennings, viu os grandes pilares da sua vida sucumbirem à Covid-19. A mãe desta enfermeira, Linda de 78 anos, morreu três dias depois de dizer à filha não aguentar mais.

O marido também não podia ser salvo, conta Lizanne, e disse-lhe estar pronto para morrer. Morreu 30 minutos depois.

"Começaram a dar-lhe morfina e Ativan, virei-o e esfreguei-lhe as costas. Disse-lhe 'amo-te', ele respondeu 'amo-te' e disse-lhe que podia ir em paz", conta a enfermeira.

Num relato em que Lizanne esteve acompanhada pelo filho, em que lutava para manter a compostura, a enfermeira afirma ser tudo tão "difícil".

"Às vezes estou a fazer o luto do meu marido e percebo que a minha mãe também morreu. As duas pessoas que iriam apoiar-me [no luto]... partiram as duas", lamenta. 

Lizanne recorda como tudo começou, em março, e como alertou o marido. "Um de nós pode morrer e eu preciso que saibas disso, que uses máscara e desinfetes as mãos", conta.

Linda, mãe de Lizanne, ficou durante oito meses e meio em casa e, ainda assim, acabou por ser infetada. Sobre o marido, a enfermeira alerta: "Não importa o quão forte é. As pessoas diziam 'o Dennis é tão forte, ele vai conseguir'", recorda.

A mulher termina garantindo que todos os cuidados são necessários porque o vírus continua a vencer.
Oklahoma Covid-19 Estados Unidos Lizanne Jennings questões sociais
Ver comentários