Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Enfermeira que se apaixonou por pedófilo encontra as filhas mortas à facada

Vitaly Molchanov foi visto a fugir do local do crime de bicicleta. Meninas foram violadas e assassinadas.
Correio da Manhã 17 de Setembro de 2020 às 11:07
Polícia russa
Polícia russa FOTO: Getty Images
Valentina Saprunova, uma enfermeira de 40 anos divorciada, não esperava encontrar o cenário de horror quando regressou a casa após um dia de trabalho. Tinha-se mudado de Omsk para a casa do novo namorado, em Rybinsk, na Rússia, convencida de que tinha encontrado o amor da sua vida. 

Valentina não sabia, porém, que Vitaly Molchanov tinha sido libertado da cadeia em 2010 depois de cumprir uma longa sentença por violação e homicídio. Não sabia também que aquele "amor" era na realidade um pedófilo que lhe viria a roubar as filhas. 

Esta terça-feira, quando voltava de um dia de trabalho, encontrou Yana Saprunova e Elena Saprunova, com 13 e oito anos, mortas. Tinham sido violadas e mortas à facada por Vitaly que se colocou em fuga, de bicicleta, após os violentos crimes. 

A enfermeira conheceu Vitaly numa aplicação de encontros amorosos há cerca de seis meses.

As autoridades russas já abriram uma operação de caça ao homem para o deter por duplo homicídio de crianças 
"cometido com extrema crueldade".
Rússia Valentina Saprunova Vitaly Molchanov Omsk Rybinsk crime lei e justiça crime homicídio
Ver comentários