Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Erdogan critica condenação à morte de Morsi no Egito

Morsi e cerca de uma centena de dirigentes da Irmandade Muçulmana foram condenados à morte este sábado.
16 de Maio de 2015 às 14:15
O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, reage à condenação de Morsi
O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, reage à condenação de Morsi FOTO: Reuters

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, criticou este sábado a condenação à morte do ex-presidente islamita Mohamed Morsi por um tribunal egípcio, considerando que o país parece ter voltado ao Egito antigo.

"O presidente eleito pelo povo do Egito (...) foi infelizmente condenado à morte. O Egito volta ao Egito antigo", criticou Erdogan durante um comício em Istambul, acusando o Ocidente de "fechar os olhos" ao golpe de Estado de 2013 que afastou Morsi do poder.

Erdogan é o primeiro chefe de Estado a reagir ao veredicto, que foi igualmente criticado pela Amnistia Internacional (AI).

Para esta organização de defesa dos direitos humanos, o veredicto reflete "o estado deplorável do sistema de justiça criminal do país".

"A pena de morte tornou-se o instrumento favorito das autoridades egípcias para purgar a oposição política", disse Said Boumedouha da AI, citado num comunicado.

Morsi e cerca de uma centena de dirigentes da Irmandade Muçulmana foram condenados hoje à morte, devido a fugas da prisão e a violências durante a revolta de 2011.

O tribunal pronunciará a sua decisão final a 02 de junho.

Morsi, de 64 anos, o primeiro presidente democraticamente eleito no Egito após a revolução de 2011 que pôs fim ao regime de Hosni Mubarak, pode recorrer da sentença.

O antigo chefe de Estado já tinha sido condenado a 20 anos de prisão, há três semanas, num primeiro processo relacionado com atos de violência contra manifestantes, ocorridos durante o seu curto mandato de um ano. Morsi chegou ao poder em junho de 2012 e foi derrubado pelos militares em julho de 2013.

Recep Tayyip Erdogan Mohamed Morsi Egito Istambul Amnistia Internacional
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)