Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Escócia torna-se o primeiro país do Mundo a oferecer produtos menstruais

Medida irá custar cerca de 11 milhões de euros por ano.
Iúri Martins(iurimartins@cmjornal.pt) 24 de Novembro de 2020 às 22:39
Menstruação
Menstruação FOTO: Getty Images
A Escócia votou esta terça-feira e aprovou o projeto-lei que garante a oferta de produtos menstruais de forma gratuita e universal, tornando-se assim no primeiro país do Mundo a tomar tal medida.

O Parlamento escocês votou unanimemente a favor do projeto-lei que estabelece o direito de acesso a absorventes internos e externos de forma gratuita.

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, foi uma das apoiantes da medida e não se coibiu de festejar a aprovação do projeto-lei. "Tenho orgulho de votar por esta lei inovadora que torna a Escócia no primeiro país do Mundo a oferecer produtos menstruais de forma gratuita para todas as pessoas necessitadas", atirou. "É uma medida muito importante para as mulheres e meninas", finalizou.

Os absorventes internos e externos já eram gratuitos para alunas do ensino médio e universitárias, mas o projeto agora aprovado tem como objetivo estabelecer um plano nacional para garantir o acesso de todas as mulheres a estes produtos.

As escolas e universidades também vão ser obrigadas a disponibilizar vários produtos para a menstruação. 

A medida irá custar cerca de 11 milhões de euros por ano.
Mundo Escócia questões sociais menstruação período
Ver comentários