Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Escritor imola-se pelo fogo em protesto no Tibete

Um escritor que contestava a presença e repressão chinesa no Tibete imolou-se pelo fogo, revelou um grupo de Direitos Humanos ao salientar tratar-se da 53ª pessoa a morrer num protesto idêntico.
6 de Outubro de 2012 às 11:11

O grupo Campanha Internacional pelo Tibete, revelou em comunicado que o escritor, apenas identificado como Gudrub, de 42 anos, gritou pela liberdade para a região tibetana e o regresso do exílio do Dalai Lama ao mesmo tempo que ficava envolto em chamas na região tibetana de Nagchu.

O homem foi levado pelas autoridades para um hospital local onde foi declarada a sua morte, acrescentou o grupo com sede em Inglaterra e citando diversas fontes tibetanas no exílio.

Os protestos contra a China com pessoas a imolarem-se pelo fogo tornaram-se uma das formas mais repetidas desde Fevereiro de 2009.

tibete china imolação gudrub escritor
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)