Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Escritora aconselha pais a oferecer brinquedos sexuais às filhas

Nadia Bokody afirma que a masturbação deveria ser ensinada nas escolas.
12 de Abril de 2019 às 15:22
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody
Nadia Bokody, escritora e jornalista australiana, defende que os pais devem dar brinquedos sexuais às suas filhas adolescentes para que possam começar a conhecer e explorar o seu corpo. A mulher aborda diversos temas relacionados com educação sexual e já tinha afirmado que a masturbação deveria ser ensinada nas escolas.

Em entrevista ao jornal Metro, Nadia afirma que o auto-prazer sexual é uma parte importante e saudável da vida das pessoas e que não deve se descurada. 

Segundo a escritora as conversas entre raparigas, sobre a menstruação e gravidez indesejada, criam diversas barreiras em torno do prazer feminino. Para combater a vergonha em torno do tema, Nadia acha que os pais devem oferecer, por exemplo, vibradores às filhas para que estas se eduquem sexualmente.

Ao jornal Metro, Nadia defende que os pais devem abordar o tema da sexualidade mais cedo para que os filhos tomem diversas consciências.

"As crianças começam muito cedo por fazer sexo. Eles também estão predominantemente desprotegidos e sem qualquer compreensão das consequências emocionais e psicológicas e da ideia de consentimento contínuo. Dar à sua filha adolescente um vibrador é uma maneira prática de permitir que ela aprenda mais sobre o seu próprio corpo e sexualidade, na privacidade e conforto de seu próprio quarto", afirmou Nadia. 

"Tudo isso acaba por encorajar as jovens a conhecer a diferença entre o prazer sexual, a dor e o desconforto - algo que o currículo escolar da escola não consegue resolver, pelo que 30% das mulheres sofre ao fazer sexo. Ter feito sexo antes oferece uma alternativa positiva e deixa os jovens adolescentes prontos para entrarem no mundo da sexualidade", acrescenta.

Nadia Bokody tem sido notícia pelo mundo devido às declarações que tem feito no seu canal de Youtube, onde fala sobre sexo, relações amorosas e saúde mental.
questões sociais escritora sexo jornalista educação sexual sexualidade nos adolescentes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)