Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Autoridades tentam resgatar menino de dois anos de um poço com mais de 100 metros

Deslizamento de terras está a complicar os trabalho em Málaga, Espanha.
14 de Janeiro de 2019 às 08:42
Equipas de resgate com dificuldades em retirar a criança
Poço onde caiu o menino
Equipas de resgate com dificuldades em retirar a criança
Equipas de resgate com dificuldades em retirar a criança
Poço onde caiu o menino
Equipas de resgate com dificuldades em retirar a criança
Equipas de resgate com dificuldades em retirar a criança
Poço onde caiu o menino
Equipas de resgate com dificuldades em retirar a criança
Julen, um menino de dois anos caiu este domingo num poço com 110 metros de profundidade e cerca de 25 centímetros de diâmetro na região de Dolmen Del Cerro De La Corona, em Málaga, Espanha.

O alerta foi dado por volta das 14h00 locais (13h00 em Lisboa), altura em que as equipas de socorro foram chamadas ao local. 

Segundo o governo espanhol, aquele é um buraco de prospeção para procurar água. O deputado Francisco Delgado Bonilla, sublinhou a "complexidade técnica" envolvida nos trabalhos de resgate, apontando em comunicados à Europa Press que o poço em questão "aparentemente não tinha proteção".

Os trabalhos de resgate do menino duraram toda a noite e foram dificultados por um deslizamento de terras naquela área. Mais de uma centena de militares da Guardia Civil foram mobilizados para os trabalhos de socorro. 

O porta-voz da Guardia Civil disse aos jornalistas que não vão parar até retirar o menino e que mantêm a esperança de o retirar com vida. 

A subdelegada do Governo de Málaga, María Gámez assegurou que a prioridade é localizar o menino dentro do poço e retirá-lo. Segundo a mesma fonte, já foram retirados 30 centímetros de terra.
Dolmen Del Cerro De La Corona Espanha Málaga Francisco Delgado Bonilla Lisboa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)