Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Espanha vai abater quase 100 mil martas infetadas com coronavírus

"O único objetivo é evitar riscos à população e à saúde pública", explicou Joaquín Olona, ministro da Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente.
Correio da Manhã 16 de Julho de 2020 às 17:11
Marta
Marta FOTO: Getty Images
Espanha vai abater quase 100 mil visons (ou martas), que estão infetados com coronavírus, na fazenda Puebla de Valverde, em Teruel, Aragão.

Segundo avança o El País, o Ministérios da Agricultura, Pecuária e Maio Ambiente avançou que 86% da exploração naquela fazenda está infetada com covid-19. O governo de Aragão vai, por isso, abater um total de 92.700 animais.

"A Direção Geral de Qualidade e Saúde Alimentar já ordenou a imobilização preventiva da fazenda a 22 de maio, quando sete dos trabalhadores testaram positivo ao covid", explicou Joaquín Olona, ministro da Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente em entrevista.

Desde esse momento, as martas foram monitorizadas, sendo proíbida a entrada e/ou saída de animais da fazenda. "O único objetivo [do abate de martas] é evitar riscos à população e à saúde pública", explicou.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Espanha Puebla de Valverde Teruel Aragão ambiente
Ver comentários