Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Espanhola raptada e morta no México

Sobrinha de Ángel Villar foi assassinada apesar do pagamento do resgate estar prometido.
22 de Setembro de 2016 às 08:38
Maria Villar foi morta apesar da família prometer pagar resgate
Maria Villar foi morta apesar da família prometer pagar resgate FOTO: Direitos Reservados
Uma sobrinha do presidente da Federação Espanhola de Futebol, Angel María Villar, foi raptada e assassinada no México.

Maria Villar Gallaz, de 39 anos, foi raptada no dia 13 por desconhecidos, que a obrigaram a levantar dinheiro e exigiram um resgate à família.

Apesar da promessa de pagamento, o corpo de Maria foi encontrado dois dias depois em Toluca, a 60 km da Cidade do México, mas só agora foi identificado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)