Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Esperança de vida no México baixou

Resultados devido à quantidade de assassínios.
5 de Janeiro de 2016 às 23:47
Esperança de vida dos mexicanos aumentou quase constantemente durante o século XX
Esperança de vida dos mexicanos aumentou quase constantemente durante o século XX FOTO: Getty Images

A esperança de vida dos mexicanos, que aumentou quase constantemente durante boa parte do século XX, devido à melhoria das condições de vida, baixou entre 2005 e 2010, devido à quantidade de assassínios, segundo um estudo esta terça-feira publicado.

O trabalho, divulgado na revista Health Affairs, foi elaborado por uma equipa de Ciências da Saúde da Universidade da Califórnia em Los Angeles.

Entre as suas conclusões está a de que a esperança de vida para os homens com idades entre 15 e 50 anos desceu 0,6% entre 2005 e 2010, caindo para menos de 72 anos.

"A violência no México expandiu-se por todo o país, pelo que o que apurámos sugere que os assassínios requerem ser abordados como um assunto de saúde pública, para melhorar a vida das pessoas", disse Hiram Beltrán-Sánchez, um dos líderes da investigação.

Apesar dos progressos médicos e do aumento da qualidade de vida na América Latina em geral, desde finais do século XX, o México, apontaram os cientistas, inverte pela primeira vez a tendência de ganhos.

O ponto de inflexão ocorreu, localizaram, em 2005, depois de cinco anos de aumento constante da esperança de vida seguiu-se um período de cinco anos de reversão.

O índice de violência no México duplicou em cinco anos, passando de 9,5 assassínios por cada 100 mil habitantes em 2005 para 22 por cada 100 mil em 2010. O estudo apontou como motivo do aumento de homicídios a violência provocada pelo tráfico de droga, em particular a campanha repressiva dos cartéis de traficantes em larga escala lançada pelo Presidente Felipe Calderón em 2006.

México questões sociais esperança de vida
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)