Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

“Espero que me perdoem”

A inglesa suspeita de matar os dois filhos em Lloret de Mar, Espanha, terá deixado uma nota de suicídio no quarto de hotel onde levou a cabo os homicídios. A imprensa inglesa revelou entretanto que Lianne Smith, de 43 anos, terá passado a noite ao lado dos filhos mortos antes de se entregar à polícia.
22 de Maio de 2010 às 00:30
Lianne foi ontem presente a tribunal onde lhe foi decretada prisão preventiva por risco de fuga
Lianne foi ontem presente a tribunal onde lhe foi decretada prisão preventiva por risco de fuga FOTO: Toni Garriga/Epa

As notícias referem ainda que terá tentado matar-se com o saco de plástico com que asfixiou Rebecca, de cinco anos, e Daniel, de 11 meses. Na nota de suicídio terá escrito: "Espero que me possam perdoar." Ao fracassar o suicídio, terá então ficado deitada ao lado dos cadáveres até ao dia seguinte.

A homicida foi presente a tribunal, tendo o juiz ordenado prisão preventiva por risco de fuga.

O ‘Daily Mail’ assegurou entretanto que a autópsia não revelou abusos sexuais nos cadáveres de Rebecca e de Daniel. O pai, Martin Smith, pedófilo cadastrado, era suspeito.

Ver comentários