Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

ESPERO VOLTAR BREVEMENTE

Ainda mal refeitas do susto por que passaram, as duas trabalhadoras humanitárias italianas libertadas terça-feira por um grupo armado iraquiano mostraram-se ontem dispostas a regressar ao Iraque para prosseguirem o seu trabalho, numa altura em que em Itália se especula sobre a eventualidade de o governo ter pago um resgate pela libertação das duas reféns.
30 de Setembro de 2004 às 00:00
“Espero voltar brevemente ao Iraque. É um país que adoro”, afirmou Simona Pari aos jornalistas horas após ter regressado à sua casa em Roma. Pari, que afirma nunca ter visto o rosto dos seus captores porque teve sempre uma venda nos olhos, assegurou que ela e a colega Simona Torretta foram sempre “muito bem tratadas, com muito respeito”.
Também Simona Torretta manifestou o desejo de retomar o seu trabalho no Iraque, e assegura que não tem medo, afirmando que, se fosse hoje, “voltaria a fazer tudo da mesma maneira”.
Apesar da alegria nacional provocada pelo regresso a são e salvo das duas reféns, a Imprensa italiana manifestava ontem algum inquietação quanto à possibilidade de o governo ter cedido à chantagem dos raptores e pago um resgate.
O presidente da comissão dos Negócios Estrangeiros do Senado italiano, Gustavo Sela, deu mesmo essa hipótese como garantida, afirmando que “a vida das raparigas era o mais importante”.
“Em princípio, nunca devemos ceder à chantagem, mas desta vez tivemos que o fazer, embora isso possa abrir um precedente perigoso”, afirmou, adiantando que o resgate terá rondado o milhão de dólares. O governo de Silvio Berlusconi não confirma nem desmente.
QUADRO NEGRO
SEQUESTROS
Reino Unido (Kenneth Bigley) - 1
França (Georges Malbrunot e Christian Chesnot) - 2
Canadá - 1
Macedónia - 3
Jordânia - 7
Koweit - 1
Síria - 1
Turquia - 2
Somália - 1
Asiáticos - 2
Nacionalidade desconhecida - 10
EXECUTADOS
EUA - 4
Itália - 2
Bulgária - 2
Turquia - 4
Nepal - 12
Paquistão - 2
Egipto - 2
Coreia doSul - 1
Líbano - 1
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)