Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

"É o homem que vi": Testemunha diz que Christian estava perto do apartamento dos McCann no dia do desaparecimento de Maddie

Principal suspeito do rapto tinha sido condenado por crimes sexuais contra crianças.
Correio da Manhã 6 de Junho de 2020 às 18:08
Christian Brueckner
Christian Brueckner

Uma testemunha identificou Christian Brueckner como sendo o homem que viu a agir de forma suspeita no exterior do apartamento em que a família McCann passava férias, em maio de 2007, quando Maddie desapareceu, avança o The Sun.

Quando a britânia viu uma fotografia do pedófilo, recentemente apontado como suspeito de raptar Maddie, exclamou: "Esse é o homem que vi".

A mulher terá reportado o avistamento do alemão na altura do desaparecimento e foi vista como uma testemunha credível.

Uma segunda testemunha confirmou que viu o homem a agir de forma bizarra dias após o dasaparecimento de Madeleine McCann.

Revelou ainda que detetives portugueses fizeram circular uma foto do pedófilo. "Mostraram a fotografia dele a pelo menos duas testemunhas que o identificaram, mas nada aconteceu".

O principal suspeito do rapto de Madeleine McCann, Christian Brueckner, agora com 43 anos, mudou-se da Alemanha para a Praia da Luz em 1995, aos 18 anos. Na altura, o suspeito tinha sido já condenado por crimes sexuais contra crianças.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)