Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Estação de serviço no Afeganistão custou 43 milhões aos EUA

Segundo um relatório oficial.
2 de Novembro de 2015 às 23:11
A estação de serviço é o último exemplo da má-fé na utilização dos milhões de dólares de ajuda norte-americana
A estação de serviço é o último exemplo da má-fé na utilização dos milhões de dólares de ajuda norte-americana FOTO: Getty Images

A construção de uma estação de serviço com gás natural em Sheberghan, Afeganistão, custou 43 milhões de dólares aos contribuintes norte-americanos, segundo um relatório oficial que mostra os excessos na utilização da ajuda dos Estados Unidos.

A estação de serviço é o último exemplo dos abusos e da má-fé na utilização dos milhões de dólares de ajuda norte-americana ao país, denunciados pelo inspetor-geral para a reconstrução do Afeganistão, John Ropko, autor do relatório esta segunda-feira divulgado.

O custo de 43 milhões de dólares (39 milhões de euros) é "exorbitante", sublinhou Warren Ryan, um porta-voz de John Ropko, acrescentando que no vizinho Paquistão a construção de uma estação de serviço do mesmo tipo tinha custado 500 mil dólares (453 mil euros).

O porta-voz disse também não haver indicação de que a estrutura do Pentágono responsável pelo programa tenha feito "um estudo de viabilidade do projeto", já que se o tivesse feito teria percebido que no Afeganistão não há uma infraestrutura de distribuição de gás natural suficiente para criar um mercado viável.

Afeganistão Estados Unidos milhões custo dólares Warren Ryan ajuda abusos má-fé
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)