Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Estado de calamidade prorrogado em duas ilhas cabo-verdianas com alívio de restrições

Decisão consta de uma resolução do Conselho de Ministros, publicada na noite de sábado.
Lusa 1 de Novembro de 2020 às 07:35
Contribuintes cabo-verdianos vão poder regularizar dívidas ao fisco em prestações mensais até cinco anos
Contribuintes cabo-verdianos vão poder regularizar dívidas ao fisco em prestações mensais até cinco anos FOTO: Direitos Reservados
O Governo cabo-verdiano prorrogou até 14 de novembro o estado de calamidade nas ilhas de Santiago e do Fogo, devido à covid-19, decretando a situação de contingência nas restantes e desagravando várias medidas restritivas que estavam em vigor.

A decisão consta de uma resolução do Conselho de Ministros, publicada na noite de sábado - a vigência do anterior estado de calamidade terminava em 31 de outubro - e que entra em vigor este domingo, justificada, lê-se, com a "situação particular das ilhas do Fogo e de Santiago, apesar de uma evolução positiva recente na cidade da Praia" relativamente à pandemia de covid-19.

A resolução reconhece a "evolução positiva da situação epidemiológica nalgumas ilhas, designadamente em São Nicolau e no Sal, e a estabilização noutras".

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Santiago Fogo Governo Cabo Verde estado de calamidade covid-19
Ver comentários