Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Primeira mulher a ser executada desde 1953 já recebeu injeção letal

Lisa Montgomery estrangulou uma mulher grávida de oito meses e arrancou a criança do ventre da vítima.
Lusa 13 de Janeiro de 2021 às 08:28
Lisa Montgomery
Lisa Montgomery FOTO: Getty
O Governo federal dos Estados Unidos executou esta quarta-feira uma mulher pela primeira vez em quase 70 anos, depois de o Supremo Tribunal ter dado luz verde à pena de morte por injeção letal, suspensa horas antes.


Lisa Montgomery, de 52 anos, foi declarada morta à 01:31, hora local (05:31 em Lisboa), na prisão federal de Terre Haute, no estado do Indiana.

Montgomery tinha sido condenada em 2007 por crimes cometidos em 2004, quando estrangulou uma mulher grávida de oito meses e arrancou a criança do ventre da vítima, tentando depois fazer passar a bebé por sua.

Os advogados de Lisa Montgomery tentaram recorrer da decisão do tribunal justificando que a mulher "sofria de uma doença mental grave originada por uma vida inteira de torturas sexuais que ela sofreu nas mãos de cuidadores". No entanto a execução ocorreu esta quarta-feira, nos últimos dias do governo de Donald Trump, que, segundo a imprensa norte-americana, em 2019 anunciou planos ara realizar "as primeiras execuções federais dos últimos 17 anos".

Estados Unidos Supremo Tribunal Lisa Montgomery crime lei e justiça punição / sentença
Ver comentários