Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Estudo mostra que ser pai depois desta idade prejudica a saúde do bebé

Pesquisa sugere que, à semelhança das mulheres, os homens também têm um ‘relógio biológico’.
11 de Fevereiro de 2019 às 13:49
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Pai e filho
Ser pai após os 45 anos de idade pode ser prejudicial para a saúde do bebé, segundo concluiu um estudo realizado na Universidade de Stanford, na Califórnia, Estados Unidos da América, em outubro de 2018.

A pesquisa vem comprovar a teoria de que o ‘relógio biológico’ não afeta apenas as mulheres, mas também os homens.Desta forma, o estudo avança que quanto mais avançada for a idade do pai, maiores são as probabilidades de o bebé nascer prematuramente (14%) e abaixo do peso previsto.

De acordo com os mesmos dados, 18% dos bebés cujo os pais têm 45 anos ou mais, têm probabilidade de ter mais convulsões comparativamente aos recém-nascidos de pais com idades entre os 25 e os 34 anos, assim como a possibilidade de contrair diabetes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)