Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

EUA: CALOR E VENTO AGRAVAM INCÊNDIO NO COLORADO

Ventos fortes e altas temperaturas estão a agravar o maior incêndio florestal da história do Colorado, Estado interior da região Oeste dos EUA, onde as chamas lavram desde o passado dia 8 de Junho, ateadas alegadamente por uma empregada dos serviços florestais norte-americanos.
19 de Junho de 2002 às 14:51
O fogo, que já consumiu mais de 46 mil hectares de terreno e destruiu 26 casas, obrigando as autoridades de Denver a declarar o estado de emergência e a evacuar mais de 6.000 pessoas, ultrapassaram as barreiras de contenção estabelecidas pelos mais de 2.800 bombeiros que combatem as chamas.

A rápida propagação do incêndio, devido ao vento e à baixa humidade registada nesta época do ano na região de Denver, levou as autoridades a lançarem um alerta de evacuação junto da população de Woodland Park, uma localidade com 2.400 habitantes, situada a sudoeste da capital do Colorado.

Entretanto, prosseguem as investigações a Terry Barton, de 38 anos, uma empregada dos Serviço Florestal dos EUA que se encontra detida, sob suspeita de ter iniciado o incêndio, quando supostamente tentava queimar uma carta do marido de quem se encontra separada, segundo explicação da própria.

Inicialmente, a acusada mentiu aos investigadores, depois de ter dado o alerta para o incêndio que deflagrou num bosque do Parque National Pike, situado a sudoeste da cidade de Denver. Nas primeiras declarações, Terry Barton afirmou que quando patrulhava a zona detectou um foco de incêndio, que julgou ter conseguido apagar, mas que acabou por se propagar rapidamente.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)