Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

EUA: Polícia mata homem que estava nu na rua

Dois agentes da polícia de Los Angeles mataram a tiro um homem que estava completamente despido numa das ruas da cidade norte-americana. O caso está a levantar protestos entre os activistas dos Direitos Humanos, que defendem que as autoridades tinham mais opções para conseguir travar o homem e deixá-lo com vida, uma vez que estava desarmado.
17 de Janeiro de 2011 às 14:55
Homem foi morto na rua com dois tiros
Homem foi morto na rua com dois tiros FOTO: d.r./Foto ilustrativa

O sindicato da polícia já veio a público defender os dois agentes, afirmando que Reginald Doucet Jr., ex-jogador de futebol americano, lutou com a polícia e tentou roubar a arma de um deles. "No passado, agentes já foram mortos por pessoas que estavam nuas na rua", disseram.

Doucet foi assassinado na sexta-feira de manhã (madrugada em Los Angeles), quando saía do seu condomínio e começou a discutir com um taxista, o que chamou a atenção da polícia.

Quando os agentes o tentaram deter, o ex-jogador atacou-os, esmurrando-os na cara e na cabeça. Foi então que um dos polícias disparou duas vezes sobre Doucet, que acabou por falecer já no hospital.

"Ele era um homem notável que estava a tentar ter uma vida melhor", disse Chris  Ellison, vizinha do ex-jogador.

EUA LOS ANGELES POLÍCIA LAPD FUTEBOL AMERICANO
Ver comentários