Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Eurodeputado do Syriza critica acordo

Apelo à mobilização dos simpatizantes do partido.
22 de Fevereiro de 2015 às 16:05
Manolis Glezos, aqui com Tsipras, criticou duramente o acordo conseguido
Manolis Glezos, aqui com Tsipras, criticou duramente o acordo conseguido FOTO: Orestis Panagiotou/EPA

O eurodeputado grego do Syriza Manolis Glezos criticou este domingo o acordo que foi alcançado entre o Governo helénico e os parceiros europeus, apelando à mobilização dos simpatizantes do partido para manifestarem a sua posição acerca do mesmo.

"A mudança do nome da 'troika' para 'instituições', do 'memorando' por 'acordo' e dos 'credores' por 'parceiros' não altera nada a realidade anterior", assinalou Glezos num artigo publicado num 'blog', noticiou a agência de notícias espanhola EFE.

Manolis Glezos pediu a "todos os membros e simpatizantes" do Governo de coligação encabeçado pelo Syriza que decidam "em reuniões extraordinárias a todos os níveis da organização" se aceitam a decisão do executivo de Alexis Tsipras.

O emblemático político esquerdista sublinhou que já passou um mês desde as eleições, mas ainda não foi cumprida a promessa do Syriza de "abolir a 'troika' e o programa de resgate".

No seu artigo, Glezos pede desculpa aos eleitores gregos por tê-los feito "participar na ilusão" durante a campanha eleitoral de ter um Governo de esquerda, pedindo-lhes uma reação "antes que seja demasiado tarde".

Segundo a EFE, fontes governamentais reagiram às críticas apontando para o decorrer das negociações com os países da zona euro, afirmando que Glezos "não faz ideia das duras negociações" com os parceiros europeus.

Syriza Manolis Glezos Governo Grécia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)