Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Europeus e americanos pessimistas sobre futuro

Europeus e norte-americanos estão pessimistas quanto ao futuro das relações transatlânticas, revela um estudo de opinião ontem divulgado. Mas o documento revela muitos aspectos de sintonia, nos quais os portugueses e restantes europeus concordam com os norte-americanos. É o caso da posição sobre a China, considerada mais como ameaça económica do que como mercado potencial.
7 de Setembro de 2007 às 00:00
Merkel e Bush têm reforçado relações bilaterais
Merkel e Bush têm reforçado relações bilaterais FOTO: Jim Young/Reuters
O estudo anual ‘Transatlantic Trends’ mostra que, apesar das novas chefias europeias mais pró-americanas (Nicolas Sarkozy na França ou Angela Merkel na Alemanha), metade dos norte-americanos e um terço dos europeus pensam que as relações transatlânticas pioraram no último ano. Percentagem idêntica acredita que, mesmo após a saída de George W. Bush, em 2008, as relações não deverão melhorar.
Para além da China, portugueses e restante europeus concordam com os norte-americanos quanto à consideração das ameaças terrorista e do Irão como entre as mais graves da actualidade.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)