Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Ex-governante usou 15 contas em esquema corrupto

Antigo governador do Rio é arguido pela sexta vez na Operação Lava Jato sob suspeita de desvio de 95 milhões de euros
Alfredo Leite(alfredoleite@cmjornal.pt) 9 de Março de 2017 às 13:00
Sérgio Cabral usava contas fora do Brasil para receber milhões de euros da construtora Odebrecht
Sérgio Cabral usava contas fora do Brasil para receber milhões de euros da construtora Odebrecht
Sérgio Cabral usava contas fora do Brasil para receber milhões de euros da construtora Odebrecht
Sérgio Cabral usava contas fora do Brasil para receber milhões de euros da construtora Odebrecht
Sérgio Cabral usava contas fora do Brasil para receber milhões de euros da construtora Odebrecht
Sérgio Cabral usava contas fora do Brasil para receber milhões de euros da construtora Odebrecht
Sérgio Cabral usava contas fora do Brasil para receber milhões de euros da construtora Odebrecht
Sérgio Cabral usava contas fora do Brasil para receber milhões de euros da construtora Odebrecht
Sérgio Cabral usava contas fora do Brasil para receber milhões de euros da construtora Odebrecht

O Ministério Público Federal do Brasil (MPF) acusa o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, de ter movimentado perto de 95 milhões de euros no estrangeiro no processo de corrupção que envolve o antigo governante estadual e que esta semana conheceu uma nova frente de investigação.

Ainda segundo o MPF, Sérgio Cabral terá usado 15 contas bancárias no exterior do Brasil, incluindo uma em Andorra que terá servido para o recebimento de perto de 3 milhões de euros da construtora Odebrecht.

Esta nova revelação foi já aceite pela justiça federal brasileira o que, segundo o jornal O Globo, levou a que Cabral tivesse sido constituído arguido pela sexta vez no âmbito da Operação Lava Jato.

Segundo a justiça brasileira, o ex-governador dispunha de uma complexa rede bancária – incluindo paraísos fiscais, mas não só – que eram usadas para movimentações de capitais já depois de Cabral ter abandonado o cargo responsável do Estado do Rio. Para o efeito usaria testas de ferro.

A operação Lava Jato é considerada a maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro alguma vez investigada no Brasil envolvendo a gigante petrolífera Petrobrás e algumas das construtoras mais poderosas do país. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)