Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Ex-ministros 'traem' Gordon Brown

A menos de cinco meses das eleições gerais no Reino Unido, Gordon Brown sofreu um duro golpe de dois antigos ministros, que escreveram uma carta aos deputados trabalhistas incentivando-os a pressionar a saída do primeiro-ministro britânico. "Não podemos continuar assim por mais tempo", escreveram Geoff Hoon e Patricia Hewitt na missiva, cujo conteúdo foi revelado pela BBC.
6 de Janeiro de 2010 às 15:50
Gordon Brown sofre mais um duro golpe
Gordon Brown sofre mais um duro golpe FOTO: d.r.

O objectivo de Hoon, ex-ministro da Defesa, e de Hewitt, ex-ministra da Saúde, é forçar uma votação secreta que derrube "de uma vez por todas" a liderança de Brown no Partido Trabalhista. "Muitos colegas têm manifestado a sua frustração pela forma como esta questão tem afectado o nosso desempenho político", pode ler-se na carta enviada aos deputados.

"Por isso chegámos à conclusão que a única forma de resolver este assunto deve ser a de permitir que todos os membros expressem a sua opinião por voto secreto", acrescentam os ex-ministros.

A resposta ao apelo de Honn e Hewitt está agora nas mãos dos deputados trabalhistas. Até ao momento, apenas se pronunciaram a favor Frank Field e Charles Clarke, mas os dois parlamentares são suspeitos, uma vez que sempre foram muito críticos de Brown, que substitui Tony Blair no cargo de primeiro-ministro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)