Ex-terrorista condenada

Uma ex-militante do grupo feminista de extrema-esquerda “Rote Zora” (Zora, a Vermelha) foi condenada em Berlim a dois anos de prisão com pena suspensa, por dois atentados terroristas falhados, há cerca de 20 anos.
17.04.07
  • partilhe
  • 0
  • +
O Tribunal de Berlim considerou a activista, de 58 anos, culpada dos crimes de filiação em associação terrorista e tentativa de atentado à bomba.
A arguida confessou os crimes. Em causa estavam o atentado contra o Instituto de Técnica Genética, em Berlim, em 1986, e um outro contra uma fábrica em Aschaffenburg, em 1987.
A ‘Rote Zora’, já extinta, surgiu em 1977 como braço feminista do grupo de extrema-esquerda ‘Revolutionaeren Zellen’ e até Fevereiro de 1988 reclamou a autoria de 45 atentados.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!