Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Ex-primeira ministra da Tailândia julgada por corrupção

Está em causa o programa de subsídios ao arroz.
9 de Janeiro de 2015 às 06:53
A ex-chefe do Governo declarou-se inocente
A ex-chefe do Governo declarou-se inocente FOTO: Chaiwat Subprasom/Reuters

Um tribunal tailandês começou esta sexta-feira as audiências sobre o caso de corrupção envolvendo a ex-primeira-ministra da Tailândia Yingluck Shinawatra devido ao programa de subsídios ao arroz.


As acusações, desqualificadas pelos apoiantes de Yingluck, estão relacionadas com a desastrosa gestão dos subsídios ao arroz, que custaram aos cofres públicos perdas estimadas em mais do equivalente a 12.500 milhões de euros.


O preço fixado, muito superior ao do mercado, acabou por fazer cair as exportações enquanto os armazéns governamentais ficaram cheios de arroz adquirido a preços controlados.


A ex-chefe do Governo declarou-se inocente e assinalou que as políticas da sua Administração pretendiam melhorar o "nível de vida dos agricultores".


Se for declarada culpada, Yingluck pode ser impedida de participar na política durante os próximos cinco anos.

Espera-se que os juízes cheguem a um veredicto no final do mês.

Tailândia Yingluck Shinawatra julgamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)