Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

EXPLOSÕES MATAM ISRAELITAS

Três fortes explosões ocorreram ontem à noite no Egipto, na fronteira com Israel. A primeira atingiu o Hotel Hilton, em Taba, e provocou pelo menos 31 mortos e mais de uma centena de feridos, na sua maioria israelitas, segundo divulgou uma fonte do Hospital de Taba. Os últimos dados dão conta de que mais de 30 pessoas estão soterradas por debaixo dos escombros.
8 de Outubro de 2004 às 14:02
EXPLOSÕES MATAM ISRAELITAS
EXPLOSÕES MATAM ISRAELITAS FOTO: Reuters
Pouco tempo depois, novas explosões abalaram duas outras estâncias turísticas no Egipto, na Península do Sinai, uma delas em Nueiba e a outra em Ras Soltane. Esta última provocou sete vítimas egípcias.
Um alto responsável do Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita admitiu que a explosão no Hotel Hilton de Taba poderá ter sido um atentado com um carro armadilhado. Inicialmente, a televisão pública egípcia anunciou que a primeira deflagração teria ficado a dever-se a uma fuga de gás.
Instantes antes, o Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita e, mais tarde, uma fonte policial apressavam-se a dizer que se tratava de um ataque terrorista, provocado por um carro armadilhado que explodiu à entrada do hotel, reivindicado por um grupo até agora desconhecido denominado Grupo Islâmico Mundial, referindo tratar-se de uma vingança pelos palestinianos mortos nos territórios ocupados.
"As Brigadas do Mártir Abdallah Azzam anunciam com alegria à nação árabe e islâmica as operações heróicas feitas em solo egípcio, através das quais os nossos filhos (à) limparam a terra de Taba da infâmia dos judeus", lê-se num comunicado divulgado na Internet (www.ansarnet.ws/vb/), várias vezes utilizado pela Al-Qaeda para reivindicar atentados.
O jornal "Jerusalém Post" referiu, entretanto, citando uma fonte dos serviços secretos israelitas, que haviam fortes indícios da possibilidade de ocorrerem atentados na zona de fronteira entre o Egipto e Israel, muito procurada por turistas israelitas. Todavia, e apesar dos alertas, foram muitos os israelitas que arriscaram e decidiram passar férias na região.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)