Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Expulsos rebeldes de Casamança

O Exército da Guiné-Bissau expulsou os militares do Movimento das Forças Democráticas de Casamança (MFDC) da facção radical de Salif Sadio, que se tinham alojado no território nacional guineense em Barraca Mandioca, São Domingos, Noroeste do país, junto da fronteira com Senegal.
15 de Abril de 2006 às 00:00
Militares venceram rebeldes
Militares venceram rebeldes FOTO: José Sousa Dias, Lusa
Uma fonte do Estado Maior General das Forças Armadas guineense adiantou ontem ao Correio da Manhã que “a localidade de Barraca Mandioca caiu nas mãos dos nossos militares”. Apesar da tomada por assalto da base dos rebeldes, “a operação São Domingos vai continuar até ao desmantelamento dos eventuais focos de resistência e expulsão de todas as forças estranhas do território nacional guineense”.
“Não se sabe do paradeiro do líder dos rebeldes, Salif Sadio, mas três altos militares dos rebeldes foram detidos”, acrescentou a fonte.
A operação militar em Baraca Mandioca, principal bastião dos rebeldes, começou há um mês e tinha como objectivo expulsar do território guineense os militares da ala radical do MFDC que lutam pela independência de Casamança há 23 anos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)