Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Facebook bloqueia vídeo de francês que quer deixar-se morrer em direto

Alain Cocq, que sofre de uma doença incurável, recorreu à sua página pessoal, exortando os seguidores a reclamarem da decisão.
Lusa 5 de Setembro de 2020 às 17:41
Cama de hospital
Cama de hospital FOTO: Getty Images
O francês que sofre de uma doença incurável e que anunciou que se ia deixar morrer em direto na Internet para exigir o direito a "uma morte digna" informou este sábado que o Facebook bloqueou a sua transmissão.

"O Facebook bloqueou o meu 'streaming' até 08 de setembro", escreveu Alain Cocq, 57 anos, na sua página pessoal naquela rede social, exortando os seus seguidores a reclamarem desta decisão da empresa norte-americana junto do Presidente francês, Emmanuel Macron, e de outras autoridades francesas e europeias.

Quando anunciou as suas intenções, Alain Cocq, que não tem autorização para uma morte assistida, ressalvou na sua página pessoal no Facebook que, apesar de a transmissão não incluir imagens violentas, era preferível que os menores de 16 anos não assistissem.

Facebook Internet Alain Cocq ciência e tecnologia vídeo morte doente
Ver comentários