Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Falha de oxigénio mata todos os doentes com Covid-19 nos Cuidados Intensivos de hospital egípcio

Incidente similar já tinha ocorrido num outro hospital egípcio horas antes.
Correio da Manhã 6 de Janeiro de 2021 às 15:55
Ventiladores
Ventiladores FOTO: Getty Images

Todos os pacientes com Covid-19 que estavam internados na Unidade de Cuidados Intensivos de um hospital egípcio em Omã morreram este sábado após uma falha no fornecimento de oxigénio, segundo o Middle East Monitor (MEMO). A situação aconteceu quando o nível de oxigénio atingiu níveis abaixo dos 2% no Hospital Central Al-Husseiniya.

A situação foi denunciada nas redes sociais através de um vídeo gravado por um familiar de um dos doentes internados naquela unidade. As imagens mostram os profissionais de saúde exaustos a tentar reverter a situação. O homem que grava as imagens afirma: "'Todos estão mortos. Todos na Unidade de Cuidados Intensivos morreram. Restaram apenas as enfermeiras. Ninguém sobreviveu". Há relatos de que o homem foi chamado a prestar declarações esta segunda-feira e que acabou detido.

O diretor do hospital disse que os pacientes morreram de causas naturais, como a idade avançada ou outras doenças crónicas, e negou existirem falhas no fornecimento de oxigénio naquela unidade de saúde.

Também a ministra da Saúde egípcia negou que os doentes tivessem morrido devido à falha no abastecimento de oxigénio. O governador da província egípcia onde está localizado o hospital refutou que todos os pacientes tenham morrido, referindo que foram quatro os óbitos.

Segundo o Middle East Eye, ao longo dos últimos anos, este hospital (Al-Husseiniya) já foi alvo de várias queixas de negligência e más condições sanitárias. O Egypt Watch diz que falhas no fornecimento de oxigénio são um problema comum nos hospitais públicos no Egito, o que piorou com a pandemia de Covid-19 e com a falta de preparação para a enfrentar por parte da ministra da Saúde daquele país.

Um ‘incidente’ similar já tinha ocorrido num outro hospital egípcio (Hospital Geral Zefta) horas antes da tragédia.

O Egito tem um total acumulado de mais de 144 mil casos positivos de Covid-19 e mais de 7.900 mortes.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Egito saúde doenças coronavírus hospital covid-19 oxigénio cuidados intensivos
Ver comentários