Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

FAMÍLIA MASSACRADA NO JAPÃO

Sete pessoas da mesma família foram descobertas mortas em casas adjacentes próximo da cidade de Kobe, na região ocidental do Japão. O suspeito deste múltiplo homicídio é um homem da mesma família, que sofreu um acidente de automóvel após abandonar o local.
2 de Agosto de 2004 às 09:15
O assassino esfaqueou mortalmente quatro homens e três mulheres, com idades compreendidas entre os 26 e os 80 anos, e feriu ainda uma oitava vítima, uma mulher cinquentenária que se encontra hospitalizada em estado crítico, com diversas facadas no abdómen.
Todas as vítimas são da mesma família, assim como o presumível assassino, um desempregado de 47 anos de idade, sobrinho da vítima mortal mais idosa e com a qual tinha um desentendimento de longa data, segundo avançou a Imprensa local.
O suspeito foi visto sair do local num automóvel, com o qual viria a sofrer um acidente momentos depois. A viatura incendiou-se e o suspeito encontra-se hospitalizado, mas deve ser detido assim que receber alta. Os indícios de culpa incluem ainda o facto de o suspeito ter incendiado a sua própria casa, sem causar feridos.
A taxa de criminalidade no Japão, com 2,85 ocorrências registadas em 2002, atingiu os valores mais elevados desde a II Guerra Mundial. Uma vez que o quadro legal é bastante rigoroso a respeito da posse e uso de armas de fogo, a maior parte dos crimes é cometida com as chamadas armas brancas.
Ver comentários