Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Famílias dos estudantes desaparecidos pedem ajuda ao papa

Jovens estão desaparecidos há quase três meses no México.
23 de Dezembro de 2014 às 07:59
Governo reconhece que o país precisa de uma "transformação profunda"
Governo reconhece que o país precisa de uma 'transformação profunda' FOTO: Jorge Dan Lopez/Reuters

As famílias dos 43 estudantes desaparecidos há quase três meses no México pediram a intervenção do papa Francisco para tornar mais visível a sua busca de justiça, enquanto o Governo reconheceu que o país precisa de uma "transformação profunda".


O núncio apostólico no México, Christophe Pierre, celebrou na segunda-feira uma missa para rezar pelos estudantes que desapareceram a 26 de setembro em Iguala, no Estado de Guerreiro, por justiça, pela reconciliação e paz no México.


"O papa está convosco", disse Pierre aas familiares dos desaparecidos na cerimónia realizada na Escola Normal Rural de Ayotzinapa, no município de Tixtla, onde estudavam os 43 jovens.


O sumo-pontífice referiu o caso em duas ocasiões, a última delas a 12 de novembro. Na Praça de São Pedro, Francisco expressou então a sua solidariedade a todos os mexicanos pelos "momentos dolorosos" que vivem e denunciou a "dramática realidade" e "a criminalidade" no México.

famílias estudantes papa francisco méxico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)