Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Favelas ocupadas sem resistência

As quatro favelas mais violentas do Rio de Janeiro, Brasil, foram ontem ocupadas por milhares de polícias e militares, que não encontraram qualquer resistência.

15 de Outubro de 2012 às 01:00
Polícias na favela de Manguinhos, uma das quatro ontem ocupadas pelas autoridades
Polícias na favela de Manguinhos, uma das quatro ontem ocupadas pelas autoridades FOTO: Marcelo Sayao/Epa

Bastaram pouco mais de 10 minutos para as forças de segurança tomarem os principais pontos estratégicos das favelas de Manguinhos, Mandela, Jacarézinho e Varginha, até há poucos dias controladas por traficantes. Mais de 2000 polícias e militares participaram na operação, apoiados por blindados da Marinha e helicópteros do Exército.

A táctica de anunciar previamente a ocupação, alvo de fortes críticas, voltou no entanto a funcionar, pois fez os criminosos fugirem antes da operação, evitando o que poderia ser um banho de sangue.

Logo após a tomada das favelas, os agentes iniciaram as buscas casa a casa, à procura de armas, droga e suspeitos. Ao mesmo tempo, começaram a ser instalados grandes contentores onde funcionarão já a partir de hoje postos avançados da polícia e dos serviços sociais da Câmara do Rio.

FAVELAS RIO DE JANEIRO BRASIL
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)